Sexta-feira, 16 de Maio de 2008

O nosso último vídeo!

   O ano lectivo está quase a terminar, e como vídeo de despedida temos o seguinte, que também será apresentado na nossa apresentação de área de projecto.

   Esperámos que gostem!!!

 

 

 

 

sinto-me:
tags:

publicado por esrpeixoto-ap12c às 21:12
link do post | comentar | favorito

Apanha do Sargaço

    No passado dia 08/05/2008, no Arquivo da Póvoa de Varzim, decorreu uma conferência feita pelo Professor João Paulo Cabral sobre “A apanha do sargaço na Póvoa, no passado: do documento histórico à realidade biológica”.

    Nessa conferência falou-se sobre a importância das algas e do sargaço para fins agricolas e não só.

    O autor descobriu que, no século XIX, a apanha do sargaço foi racionalizada, pois a procura do sargaço, para fertilizar os campos, era tão grande que as autoridades suspenderam a apanha por temeram o seu desaparecimento, e que mais tarde puseram limites na apanha do sargaço.

 

 

 


publicado por esrpeixoto-ap12c às 16:56
link do post | comentar | favorito

Receita da Semana!!!

 

Capricho de Agar- agar, Ameixas e Maçã
 

 Ingredientes:

- 2 colheres de sopa de Agar agar
- 150 g de ameixas secas sem caroço                                                           
- 5 maçãs tipo golden
- sumo de meio limão

-3 colheres de sopa de creme ou puré de amêndoas ou 100 g de amêndoas trituradas sem pele.

Preparação:

Pôr as ameixas cortadas de molho em água até ficarem cobertas. Juntar o Agar agar às maçãs que entretanto se descascaram e que pomos numa caçarola de fundo grosso com água até metade do seu volume e as ameixas que demolharam anteriormente levando tudo a cozer por 8 minutos. Tritura-se com a varinha mágica até ficar um creme suave e fino. Deita-se o preparado  numa forma de bolo que  passamos por água fria. Deixar arrefecer e guardar no frigorifico até ao momento de ser consumido.
Desenformar e servir fresco, decorado com pequenas lâminas de maçã verde, que previamente passamos em sumo de limão para evitar a sua oxidação.
Umas folhas de menta fresca também dão um contraste de cor e um agradável aroma.        

 

 

 

 


 


publicado por esrpeixoto-ap12c às 16:33
link do post | comentar | favorito

Actualização do Blog

Durante algum tempo não actualizamos o blog, devido há falta de tempo. Esta falta de tempo deveu-se ao facto de estarmos a elaborar o relatório e o pôster, com muito empenho e motivação, para entregar às cidades criativas. Pedimos desculpa pelo atraso da actualização do blog, que vamos proceder muito brevemente.


publicado por esrpeixoto-ap12c às 16:27
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 10 de Abril de 2008

Uma notícia imperdivel!

O nosso projecto

Um centro de Algoterapia!


 

 No dia 9 de Abril, saiu no “Póvoa Semanário”, um jornal da nossa cidade que saí todas as quartas-feiras, uma notícia que ficará na história do nosso grupo, uma notícia sobre o nosso projecto.

 O texto publicado, da nossa autoria foi o seguinte:

 “O nosso grupo intitula-se “O canto do Mar” e é constituído por cinco elementos: Andreia, Joana, Juliana, Therine e Tiago.

 O objectivo do nosso grupo é desenvolver um projecto que esteja relacionado com a nossa cidade, a Póvoa de Varzim. Pensando nisso resolvemos trabalhar com o que a Póvoa tem de melhor, o “seu mar”, e foi através dele que “nasceu” o nosso projecto, um centro de Algoterapia. Não se trata de um projecto a implementar, pelo menos de imediato, devido às exigências financeiras que o mesmo exigiria. O nosso grupo apenas quer transmitir as vantagens e utilidades das algas marinhas, nas diversas áreas, estas que são: a saúde, a agricultura, a beleza, a gastronomia, …

 A Algoterapia é um tratamento à base de algas que hidrata e tonifica os tecidos, retardando o seu envelhecimento, e para além disso as algas também são comestíveis, sendo usadas em vários tipos de receitas gastronómicas.

 As algas desempenham um papel relevante na área da cosmética, sendo aplicada em diversos tratamentos como na obesidade, celulite, anti-stress, desidratação cutânea, flacidez, entre outros. Este tratamento de estética corporal tem uma acção desintoxicante, relaxante e reafirmante, deixando a pele suave, nutrida, mineralizada e com boa saúde.

 Nas comemorações do dia mundial da saúde fomos à rádio Mar alertar para o risco de se perder este recurso (por força das alterações climáticas) de tão grande importância para a saúde, ou seja, para a elaboração de medicamentos, produtos estéticos e na preparação de refeições saudáveis. Vários estudos vieram a confirmar a acção antibiótica das algas, uma delas é a inibição da formação de tumores. Outro benefício é a redução do colesterol, a prevenção da arteriosclerose e do aumento da tensão arterial.

 O nosso grupo já realizou inúmeras actividades: entrevistas, reuniões, … e mais uma actividade na área da gastronomia que gostaríamos de salientar. Na apresentação de final do 2ºPeríodo o nosso grupo pôs em prática duas receitas de culinária em que um dos seus ingredientes era algas marinhas em pó. O resultado foi uma tarte de morangos e um bolo de chocolate. Sem no final alguém se queixar de dores de barriga.

  Estamos muito contentes com o nosso projecto e também com muitas ideias para pôr em prática.

  E não se esqueçam de visitar o nosso blogue: 

http://esrpeixoto-ap12c.blogs.sapo.pt/


 


 

sinto-me:
tags:

publicado por esrpeixoto-ap12c às 15:17
link do post | comentar | favorito
Sábado, 5 de Abril de 2008

O nosso grupo na Rádio Mar!

 No dia 4 de Abril, o nosso grupo juntamente com dois professores e com outro grupo, cujo projecto é uma E.T.A.R., dirigimo-nos às instalações da rádio Mar da nossa cidade.

 O assunto que nos levou lá, foi o Dia Mundial Da Saúde. Tema este, que se insere nos beneficios das Algas.

 Para verem como correu bem, temos um vídeo com esta actividade.

 Esperámos que gostem!!

 

 

 E não esqueçam próxima terça (dia 8 de abril) e quarta (dia 9 de Abril) estejam atentos à Rádio Mar.

 

 

sinto-me:
tags:

publicado por esrpeixoto-ap12c às 18:48
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 3 de Abril de 2008

Curiosidade da semana!!!

 

 

  Consideradas um verdadeiro tesouro do mar, as algas marinhas trazem grandes benefícios para a saúde geral. Contribuíndo, em muito, para o bom funcionamento do sistema nervoso e endócrino, a sua acção reflecte-se na saúde dos cabelos, numa pele macia e num reforço do sistema imunológico.
  São também alguns os estudos que vieram confirmar a acção antibiótica destas "filhas do mar", inibindo a formação de tumores. A redução do colesterol e a prevenção da arteriosclerose e da elevada tensão arterial são outros benefícios das algas, que ao longo do tempo foram descobertos.
Presentes em muitas dietas alimentares, as algas marinhas aumentam a oxigenação das células e proporcionam uma acção altamente benéfica sobre as glândulas, coração, artérias, fígado, vesícula biliar, rins, pâncreas, cólon, próstata, útero, ovários e testículos.
  Na beleza, as algas marinhas são utilizadas nos mais variados produtos. Entre as suas propriedades está o facto de ajudarem a controlar a oleosidade da pele e dos cabelos, para além das suas acções relaxantes e tonificantes.
  Azuis, verdes, douradas, castanhas ou vermelhas, gigantes ou microscópicas, são ricas em clorofila e as melhores aliadas da sua beleza, pois:

  • favorecem a redução adiposa (celulite);
  • têm uma acção reafirmante;
  • suavizam e hidratam a pele;
  • são eficazes na prevenção das estrias;
  • clareiam manchas;
  • são bactericidas, fungicidas e hipoalergénicas;
  • têm capacidade exfoliante e branqueadora;
  • atenuam as rugas;
  • funcionam como um eficiente sistema anti-radicais livres.

 

Fonte:http://www.millenniumbcp.pt/site/conteudos/75/7545/754595/article.jhtml?articleID=225592


 

 

sinto-me:

publicado por esrpeixoto-ap12c às 21:53
link do post | comentar | favorito

Receita da semana!! Para os gulosos!

Tarte de Frutos

Ingredientes:


Para a massa:


100g de amêndoa com pele
100g de nozes
50g de ameixas secas
50g de damascos secos
raspa de ½ limão

Recheio:


4 bananas maduras
4 nectarinas maduras
4 colheres de sopa de alga agar-agar em pó
5dl de água
4 colheres de chá de canela e canela para polvilhar

Preparação:


Massa:


 Demolha as ameixas e os damascos durante 8 horas. Guarda a água utilizada para o efeito.
 Retira o caroço das ameixas e processa-as na picadora juntamente com os damascos.
 Seguidamente, processa as amêndoas e as nozes na picadora. Mistura aos frutos secos, juntamente com a raspa de limão, usando a água de demolha, até formar uma pasta grosseira, mas uniforme.
 Forra uma forma de tarte com esta mistura e deixa repousar.

Recheio:


 Descasca as bananas e as nectarinas e reduz a puré no passe-vite. Mistura a canela.
 Dissolve a agar-agar na água e leva ao lume a ferver durante 3 minutos, mexendo sempre. Deixa arrefecer um pouco.
 Incorpora a agar-agar na mistura de fruta e mexe bem, até obteres um creme macio e uniforme.
 Verte para dentro da forma de tarte e leva ao frigorífico durante pelo menos 1 hora, ou até o creme de fruta solidificar bem. Antes de servir, polvilha novamente com canela.

Sugestão: Podes substituir as nectarinas por uma manga grande, pêras, etc.

 

Fonte: http://www.centrovegetariano.org/receitas/Article-565-Tarte%2Bde%2BFrutos.html


 

 

sinto-me:

publicado por esrpeixoto-ap12c às 21:28
link do post | comentar | favorito

Relatório do 2ºPeríodo!

Síntese do projecto

 O nosso projecto consiste num centro de Algoterapia, e como não é, propriamente, um projecto sério, com apoios financeiros. O nosso grupo apenas quer transmitir as vantagens e utilidades das algas marinhas, nas diversas áreas, estas que são: a saúde, a agricultura, a beleza, a gastronomia, … Mas também através de entrevistas, temos percorrido o caminho que um projecto sério, precisa para a sua concretização. Este percurso que passa pela arquitectura, impacto turístico e financeiro da nossa cidade.

Tipo de produto final a realizar

 No final teremos um blogue (com todas as entrevistas, reuniões e pesquisas), um poster, e também mais conhecimento para nós. Este que há medida que vamos ganhando, vamos transmitindo para outras pessoas, pois um dos objectos é a transmissão da importância das algas, pois são abundantes na Póvoa e são pouco valorizadas.

Obstáculos e dificuldades com que nos deparámos

 Deparámos nos, no inicio com a dificuldade de encontrar os contactos das pessoas para entrevistar, e que marcassem as entrevistas o mais breve possível. Mas depois com a ajuda de uma pessoa que trabalha na câmara, Sr. Francisco Casanova, esta dificuldade foi ultrapassada.

 Actualmente, a nossa maior dificuldade é o poster, que tem de conter todo o fruto do nosso trabalho, e ao mesmo tempo ser apelativo.

 

Actividades desenvolvidas

 Actividades fora de aulas, já entrevistámos um arquitecto, e uma pessoa do desenvolvimento local da câmara municipal, esta que respondeu-nos a questões relacionadas com a situação económica e turística da nossa cidade. Nas férias de Natal entrevistámos o vereador do ambiente. Também reunimo-nos com uma engenheira, Sílvia Costa, que nos informou sobre as espécies de algas existentes nas praias da nossa cidade, deu-nos também a ideia de fazermos uma recolha das espécies das algas e colocá-las num dossier, identificadas e datadas. Para isto aguardamos uma resposta de uma pessoa, capaz de nos acompanhar numa visita de estudo à praia, e que nos vai ajudar a identificar as espécies.

 

Aspectos positivos e negativos do projecto

 Aspectos positivos: o nosso projecto é muito informativo, traz muito acerca da nossa cidade, das algas cuja fonte, não a única, é a praia poveira, e que poderiam ser mais bem aproveitadas, e também transmitimos o impacto turístico e económico que provocariam na nossa cidade, com este centro de algoterapia. É um projecto criativo, actual e viável; poderia ser concretizado e traria muito lucro, pois a nossa cidade tem as condições necessárias e a falta de pessoas interessadas não seria problema, pois o assunto saúde, beleza e gastronomia é muito procurado.

 Aspectos negativos: apenas não se puder ir mais além que um simples projecto.

sinto-me: atrasados

publicado por esrpeixoto-ap12c às 21:13
link do post | comentar | favorito

Auto-avaliação do blogue!!

-Descrição das actividades de forma objectiva:


 Ao longo deste período colocámos apenas o essencial no blogue: posts contendo informações sobre algumas espécies de algas, na alimentação, na agricultura, etc. Tudo o que as algas nos podem proporcionar e muito mais; também colocámos vídeos, entrevistas, (o mais resumidas e objectivas) e outras vezes apenas posts de análise/reflexão do grupo.


Nota: Bom

 

- Respeito pelas referências, nomeadamente a hora, data e recursos utilizados:

 

 Temos feito por respeitar as referências nos relatórios das nossas entrevistas, e outras actividades que temos realizado.


Nota: Bom

 

-Inclusão de reflexões/críticas, bem como comentários significativos:

 

 Tentámos sempre impor a nossa opinião, pois é fundamental para a evolução e compreensão deste projecto.

 

Nota: Bom

 

-Elaboração com base na criatividade, coerência e perceptibilidade:

 

 Todos os nossos textos, são tratados de modo a serem objectivos simples e criativos.

 Temos vídeos elaborados por nós e poemas e muito mais que prova que somos criativos e coerentes com o nosso projecto.


Nota: Bom

 

-Animação e envolvimento da comunidade do desenvolvimento dos trabalhos.

 

 Recorremos a várias entrevistas para colocar ideias novas e esquematizar o nosso projecto, para que se torne o mais complexo possível.


Nota: Bom


- Actualização regular do blogue:

 

 Sempre que possível actualizámo-lo.


Nota: Bom

sinto-me: atrasados

publicado por esrpeixoto-ap12c às 19:48
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 4 de Março de 2008

Novidades!!

  Neste período tivemos de elaborar um cartaz, que ficou com o seguinte aspecto:




  Também renovámos o aspecto do nosso logótipo. Agora tem muito mais haver connosco!

  Amanhã será a nossa apresentação à turma do nosso trabalho ao longo do período, onde iremos apresentar estas duas novidades e também a maquete,  do nosso centro de Algoterapia de sonho,  parecido com aquilo que imaginámos. Aqui vês como ela ficou:




  Também para a apresentação fizemos um vídeo com as fotos de todas as nossas actividades.  Assiste ao vídeo e repara no quanto nos divertimos nestas nossas aventuras e o quanto trabalhámos!!!




  Já nos estávamos a esquecer da nossa aventura na culinária.  Pois é! Também vamos apresentar à turma duas receitas feitas com algas, um bolo de chocolate e uma tarte de morangos.




Desejem nos sorte para a apresentação de amanhã!
sinto-me:

publicado por esrpeixoto-ap12c às 21:08
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 3 de Março de 2008

Curiosidade da Semana!

Alga poderá ser base de fármaco contra Doença de Alzheimer

  Um estudo feito por cientistas da Universidade e da École Polytechnique Fédérale de Zurich (EPFZ) indica que uma espécie de alga azul, detectada em águas residuais nos Estados Unidos, poderia ser a base para o desenvolvimento de fármacos destinados a combater a doença de Alzheimer.

  Segundo a informação divulgada pelas revistas universitárias suíças ETHLife e Unipublic, os cientistas identificaram nessa alga uma nova substância activa "promissora", que nos testes em laboratório neutralizava a enzima colinesterase, responsável em parte por essa doença neurodegenerativa.

  No entanto, afirmam os cientistas, a elaboração de um medicamento baseado nessa alga ainda pode demorar vários anos.

 

Fonte:http://www.mni.pt/destaques/?cod=7778&MNI=b02efee14c8e5973bfb037f5096feefc


 

 

sinto-me:

publicado por esrpeixoto-ap12c às 08:14
link do post | comentar | favorito

Receita da Semana!! Vais adorar!!

Pudim de manga



Ingredientes (4 pessoas):


3 mangas
½l leite de soja
1 colher de sopa de açúcar mascavado
6 colheres de sopa da alga agar-agar em flocos

Preparação:

Descasca e pica 2 mangas. Recolhe num recipiente o sumo que se desprende da polpa. Aquece o leite de soja com o açúcar. Quando estiver quente, junta agar-agar e mexe até dissolver completamente. Mistura a manga picada finamente e o seu sumo.
Passa uma forma por água fria e enche-a com a mistura. Deixa no frigorífico várias horas para que solidifique.
Desenforma no momento de servir e enfeita com tiras finas da manga restante.



Sugestão: Em vez de agar-agar podes usar maisena ou farinha de arroz, pois também dão consistência ao pudim. Carameliza o fundo da forma com melaço.






Fonte: http://www.centrovegetariano.org/receitas/Article-181-Pudim%2Bde%2Bmanga.html

sinto-me:

publicado por esrpeixoto-ap12c às 07:50
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 22 de Fevereiro de 2008

Receita da Semana!!

Bolo de Alfarroba, Algas e Especiarias


2 copos de farinha integral * 1/2 copo de leite de soja * 1/2 copo de água quente * 1 copo de geleia de alfarroba * 1 colher de sobremesa de alga kombu em pó * 2 colheres de sobremesa de agár-agár * 5 colheres de sobremesa de côco ralado * 3 colheres de sobremesa de flocos de aveia * 1 colher de chá de gengibre em pó * 1 colher de chá de hortelã em pó * 2 colheres de chá de canela * 1 colher de sopa de fermento em pó * 1 nectarina cortada aos cubos pequenos * 1 colher de chá de vinagre de maçã


  Misture todos os ingredientes e coloque a massa numa forma untada e polvilhada. Leve a cozer em forno pré-aquecido a 170º durante cerca de 40 minutos.

Pode substituir a geleia de alfarroba por qualquer outra sem açúcar: geleia de milho, geleia de trigo, geleia de arroz...




fonte; http://jardimdesabores.blogspot.com/2007/06/2-copos-de-farinha-integral-12-copo-de.html


 


sinto-me:

publicado por esrpeixoto-ap12c às 16:30
link do post | comentar | favorito

Dica da Semana!!

As algas - os legumes do mar

  Estes alimentos são demasiado exóticos para utilizar no dia a dia e por isso usam se apenas em períodos excepcionais para aumentar a cultura gastronómica ou para nos divertirmos.

  Ou, acha que devia as utilizar com regularidade mas não sabe onde as comprar e muito menos como as cozinhar; para além disso não sabe que algas deve escolher, uma vez que há tantas variedades diferentes.

  Pois bem, neste poster vamos tentar elucidá-lo sobre estes preciosos alimentos e dar-lhe algumas dicas de como os utilizar.

  As algas são literalmente vegetais marinhos (da mesma forma que as cenouras ou os brócolos são vegetais terrestres) e são utilizadas há séculos como alimento por povos como os chineses, japoneses, escoceses, irlandeses, islandeses, escandinavos, alemães, assim como pelos índios da América Latina que as utilizavam como medicamento para diferentes males.

  Os vegetais marinhos têm uma riqueza enorme em minerais, particularmente cálcio (são muito mais ricas em cálcio do que os produtos lácteos) e em oligoelementos; o seu teor em proteínas é também bastante elevado assim como o teor em hidratos de carbono e vitaminas, possuindo algumas das algas quantidades assinaláveis de vitamina B12 que geralmente se considera só existir em produtos animais. (ver tabelas abaixo)


Por 100 grs.

Água
%

Protídeos
g

Lípidos
g

Glucídios assimiláveis
g

Celulose
g

Minerais totais
g

Cálcio
(Ca)
mg

Fósforo
(P)
mg

Ferro
(Fe)
mg

Potássio
(K)
mg


Nori

11,4

35,6

0,7

39,6

4,7

8

260

510

600

11000

Wakame

16

12,7

1,5

47,8

3,6

18,4

1300

260

2500

140

Kombu

14,7

7,3

1,1

51,9

3

22

800

150

2500

430

Aramé

19,3

7,5

0,1

50,8

9,8

12,5

1170

150

---

50

Hiziki

16,8

5,6

0,8

29,8

13

34

1400

56

3007

150

Agar-agar

20,1

2,3

0,1

74,6

0

2,9

400

8

---

0

Tabela 1 - Composição das principais algas alimentares secas



 

Vit. A
U.I.

Vit. B1
mg

Vit B2
mg

Vit. PP
mg

Vit. B6
mg

Vit B12
Ug

Ácido Fólico
Ug

Vit. C
Mg


Necessidades diárias de um homem de 60 Kg.

500

1,5

1,8

10-20

1,5-2

1

200

30

Nori

20000 a 44500

0,12 a 0,25

0,89 a 1,24

2,6 a 10

1,04

13-29

8,8

20

Wakame

240

0,11

0,14

10,0

---

---

---

15

Kombu

430

0,08

0,32

1,8

0,27

0,3

---

11

Aramé

50

0,02

0,02

2,6

---

---

---

0

Hiziki

150

0,01

0,20

4,0

---

0,57

21,8

0

Tabela 2 - Teor em vitaminas das algas (por 100 gramas de alga seca)


  Se ficaste impressionado com o valor nutricional destes alimentos, fica também a saber que as algas, quando bem confeccionadas, são extraordinariamente saborosas e enriquecem grandemente uma refeição. Num país como Portugal, podemos comer algas regularmente uma vez que somos banhados por uma extensa costa e da mesma forma que ingerimos bastante peixe devíamos ingerir o seu companheiro de habitat - as algas marinhas.

  Quando comprar algas, as melhores disponíveis no mercado português são as japonesas ou as da costa da Bretanha, uma vez que são recolhidas ou cultivadas em mares pouco poluídos (costa bretã e região norte do Japão - ilha Hokaido).

As mais utilizadas são:

Wakame - de sabor suave, as wakame são principalmente utilizadas em sopas ou confeccionadas em conjunto com os vegetais.

Kombu - excelentes para cozinhar em conjunto com as leguminosas ou com os vegetais.

Nori - muito em moda actualmente, uma vez que é com esta alga que se faz o famoso sushi.

Aramé - alga muito fina que se cozinha com os vegetais.

Hiziki - textura semelhante à aramé, mas mais espessa e com um sabor a mar muito mais forte, a alga hiziki tem uma quantidade enorme de cálcio (ver tabela).

Agar-agar - em flocos ou barra, a agar-agar prepara fantásticas gelatinas de fruta ou de vegetais.

  Estas são as principais algas utilizadas – mas pode também experimentar outras, menos conhecidas e um pouco mais exóticas como a dulse, mekabu, ou alface do mar.

Fonte: http://www.drashirleydecampos.com.br/noticias/2875

sinto-me:

publicado por esrpeixoto-ap12c às 16:08
link do post | comentar | favorito

Entrevista

A uma entidade do Departamento do desenvolvimento local da câmara municipal da Póvoa de Varzim


 

  No dia 18 de Fevereiro, alguns elementos do nosso grupo (Andreia, Juliana e Joana) encontraram se no antigo quartel da nossa cidade, actualmente o departamento do desenvolvimento local da câmara municipal, para realizar uma entrevista a uma pessoa capaz de responder a perguntas relacionadas com a situação económica e turística da nossa cidade, esta pessoa que neste caso decidiu não ser mencionada.


A entrevista foi da seguinte forma:


1- No que realmente se fundamenta o seu trabalho?


Somos responsáveis pela divisão do desenvolvimento socio-económico. Onde integramos o turismo, o mercado, a central de camionagem, os postos de atendimento ao cidadão, relação com as empresas...


2- Qual o local da nossa cidade mais procurado pelos turistas?


Principalmente as praias. Mas também os eventos culturais que chamam muitas pessoas à nossa cidade. Já para não falar da noite poveira, que também é muito agradável.


3- Na sua opinião, em termos turísticos o que falta na nossa cidade?


Na minha opinião, gostaria que aposta se mos num hotel cinco estrelas, com tratamentos relacionados com a talassoterapia, com o mar. E também é claro com a saúde, desporto e gastronomia.


4- Que tipo de impacto (positivo ou negativo) causaria um projecto como este a nível económico, turístico e ecológico na nossa cidade?


Bom, não sei muito bem quais são os beneficios das algas, mas tenho a certeza que a Póvoa ganharia muito com isso. Porque sei perfeitamente que temos condições para isso.


5- Frequentaria um centro de Algoterapia?


Sim.


6- Comeria um prato feito com algas?


Sim. Por acaso tenho um gosto particular por sabores do mar. (Risos)


7- Acha o nosso projecto interessante?


Muito interessante. É um projecto viável porque as pessoas procuram cada vez mais a parte da beleza e da saúde.



 Depois de terminado o questionário, esta entidade deu-nos mais algumas informações. Nomeadamente:


  • Qual o ramo de actividade que predomina no concelho da Póvoa de Varzim?

    O sector de actividade que predomina no concelho é, claramente, o sector terciário.

    Segundo dados revelados pela INE- Anuário Estatístico da Região Norte.

     


     

    • Qual o ramo de actividade que emprega mais população?


   Segundo os dados revelados pelo Censos 2001, 49% da população residente no concelho está empregada no sector terciário e 42% no sector secundário.

 





  E assim, terminámos mais uma entrevista que correu lindamente! (Ver balanço da entrevista)

   Esta entrevista que de acordo com a planificação é a nossa última (Ver planificação).

  Mas não se preocupem, pois temos muitas mais novidades brevemente.






              
sinto-me:

publicado por esrpeixoto-ap12c às 15:42
link do post | comentar | favorito
Sábado, 16 de Fevereiro de 2008

Curiosidade!

Alga faz "fast food" ficar um pouco mais saudável.

 

  Cientistas da Universidade de Newcastle, na Grã-Bretanha, afirmaram esta semana na revista Critical Reviews in Food Science Nutrition, que a adição de alginato - extrato à base de algas insípido e inodoro - aumenta a quantidade de fibras em hambúrgueres, tortas e bolos.

  Com isso, as pessoas poderiam continuar consumindo estas guloseimas, mas de uma forma um pouco mais saudável, já que o alginato apresenta alto teor de fibra e as fibras ajudam a prevenir diabetes e problemas do intestino.

  O extracto, produzido com algas marrons da classe Phaeophyceae, é muito utilizado atualmente para aumentar a viscosidade de sucos de frutas e sorvetes, além de ser usado como espessante em pudins e similares.

  Duas algas marrons foram pesquisadas: A Lessonia e a Laminaria, encontradas no Oriente, América do Sul e partes da costa da Escócia e Noruega. É bom lembrar, que o alginato não altera o sabor dos alimentos.

 

 

Fonte: http://www.saudeemmovimento.com.br/reportagem/noticia_exibe.asp?cod_noticia=1923

 

 


sinto-me:

publicado por esrpeixoto-ap12c às 15:11
link do post | comentar | favorito

Receita da Semana!

Tarte de maçãs com morangos


Ingredientes:


3 chávenas de farinha de trigo
1 1/2 chávena de água
1 taça de morangos
4 maçãs
chávenas de sumo de maçã
1 colher de alga agar-agar
4 colheres de azeite
1 colher de sopa de açúcar ou frutose
sal q.b


Preparação:


  Acende o forno de forma a que atinja 180ºC. Numa tigela, mistura a farinha com o azeite e uma pitada de sal. Junta uma chávena e meia de água e amassa até obteres uma massa suave e sem grumos.
  Estende a massa em folha e coloca-a numa forma, de modo que ultrapasse um pouco a borda. Descasca as maçãs e corta-as em lâminas, colocando as no fundo da forma forrada de massa. Dobra suavemente os bordos da massa para dentro. Leva ao forno meia hora.
  Lava os morangos e corta-os ao meio. Num tacho dissolve, ao lume, agar-agar com o sumo de maçã, uma pitada de sal e o açúcar. Quando a tarte estiver cozida, tira-a do forno, dispõe os morangos de forma decorativa, e verte o líquido quente por cima.



Fonte: http://mulheres-pobres/articles/bem_estar_e_nutrição/receitas_vegetarianas/743177.html




sinto-me:

publicado por esrpeixoto-ap12c às 14:59
link do post | comentar | favorito
Domingo, 3 de Fevereiro de 2008

Reunião com a Engenheira Silvia Costa.

  No dia 1 de fevereiro, sexta-feira, pelas 18.30 dois elementos do nosso grupo (Andreia e Juliana) encontraram se na junta de freguesia de Aver-o-mar da nossa cidade, com a engenheira Sílvia Costa.

  Tal como o engenheiro Manuel Angélico nos tinha dito (ver entrevista) , a engenheira Silvia neste encontro indicou-nos as espécies de algas existentes nas praias da nossa cidade.

  Mas houve mais! Deu-nos uma excelente ideia, a de fazer um algário, um género de álbum com amostras de algas, onde seriamos nós a recolhe-las. Este assunto ainda está pendente pois ainda temos de arranjar alguém especializado para nos acompanhar.

  Também explicou nos, como é feita a distribuição das algas nas zonas de marés, pois a luz do sol e a temperatura da água determinam a sobrevivência de determinadas especies de algas.


  Passámos a explicar.

  Existem três zonas:


Zona supralitoral- Logo a seguir ao domínio terrestre, recebe gotas de água das ondas mas muito raramente fica coberta de água. Aqui dominam as Algas Verdes.



Zona mediolitoral – Também designada por eulitoral. Esta zona está sujeita a uma emersão e uma imersão alternadas, duas vezes por dia, cuja amplitude varia com as fases da lua e com o perfil da costa.



Zona infralitoral - Neste andar apenas uma pequena parte fica a descoberto na maré baixa.


 



  Estas são algumas das espécies que podemos encontrar nas nossas praias:



-Ahnfeltia plicata


-Asparagopsis armata


-Bifurcaria bifurcata

 


-Callophyllis laciniata


-Ceramium sp.


-Chondracanthus acicularis


-Chondracanthus teedei

 


-Chondria coerulescens


-Chondrus crispus


-Cladophora laetevirens


-Cladostephus spongiosus

 


-Codium decorticatum



-Codium sp.


-Corallina officinalis

 


-Cystoseira baccata


-Cystoseira tamariscifolia


-Dictyopteris polypodioides


-Dictyota dichotoma


-Dilsea carnosa


-Gastroclonium ovatum


-Gelidium corneum


-Gelidium pulchellum


-Gelidium spinosum


-Gigartina pistillata


-Gracilaria gracilis


-Gracilaria multipartita


-Grateloupia turuturu



-Gymnogongrus crenulatus


-Laminaria ochroleuca


-Mastocarpus stellatus


-Osmundea pinnatifida


-Plocamium cartilagineum


-Porphyra umbilicalis



-Saccorhiza polyschides



-Sargassum muticum



-Stypocaulon scoparium



-Taonia atomaria


-Ulva clathrata




-Ulva lactuca


 


-Ulva rigida






  Obtivemos bastante deste encontro e brevemente haverá uma nova reunião para tratar sobre a recolha de amostras de algas nas praias da nossa cidade.


sinto-me:

publicado por esrpeixoto-ap12c às 20:50
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 1 de Fevereiro de 2008

Receita da semana!!

 Tarte Fria de Iogurte e Manga

 

 

 

Ingredientes:

800 g de polpa de manga
2 iogurtes naturais magros
1 colher de sopa de alga ágar-ágar
1 chávena de chá de água
1 embalagem de biscoitos de maça

( eu uso biscoitos de maça sem açucar vegan)
4 colheres de sopa de geleia de milho
( uso geleia de milho, sem açucar vegan )
Raspa de 1 laranja

  Triturar a polpa da manga com os iogurtes e reservar. Demolhar a alga na água durante cerca de 10 minutos e depois levar ao lume para derreter durante 2 minutos.
  Deixar a alga arrefecer um pouco e juntar ao preparado de manga.
  Envolver bem e reservar.
  Triturar os biscoitos (eu faço na 1, 2, 3) e misturar a geleia de milho até obter uma massa espessa.
  Forrar uma forma de tarte com fundo desmontável com a massa de biscoitos e verter por cima, o creme de manga.
  Levar ao frigorifico até solidificar.
  Quando servir polvilhar com a raspa de laranja e cortar ás fatias.





Fonte: http://receitaslightmissslim.blogspot.com/2007/10/tarte-fria-de-iogurte-e-manga.html

sinto-me:

publicado por esrpeixoto-ap12c às 22:22
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 31 de Janeiro de 2008

Curiosidade da Semana!

Investigadores iniciam testes de gel de algas contra transmissão do vírus da Sida

  Investigadores vão iniciar uma segunda fase de testes de um gel feito de uma substância isolada de uma alga marinha (alga (Dictyota pfaffii), encontrada no litoral brasileiro.

  "Nesta fase, vamos fazer testes em ratos e em células também vivas do colo do útero", disse o investigador Luiz Castello Branco, coordenador do estudo, em declarações ao jornal "Folha de São Paulo".

  Na fase inicial do projecto, que ocorreu nos últimos três anos, a eficiência do medicamento para evitar a transmissão do Vírus da Imunodeficiência Humana (VIH) foi de 95 por cento.

  "A mulher poderá usar esse método mesmo sem o homem saber. É normal que maridos promíscuos não queiram usar preservativo durante as relações sexuais com suas mulheres", afirmou.

  A equipa de cientistas envolvida no projecto espera que a experiência em seres em humanos seja iniciada neste ano.

  Apesar de o projecto ser único no Brasil, a investigação de um gel para a prevenção da Sida já vem sendo feita por laboratórios nos Estados Unidos e na Europa.

  "O que estamos a desenvolver será o primeiro gel inteiramente brasileiro", sublinhou o coordenador da equipa de investigadores do Instituto Oswaldo Cruz, da Universidade Federal Fluminense e da Fundação Ataulpho de Paiva.

 


Fonte: http://ww1.rtp.pt/noticias/

 

sinto-me:
tags:

publicado por esrpeixoto-ap12c às 22:43
link do post | comentar | favorito

Algas à Mesa, Fonte de Saúde!

  As algas são o alimento conhecido mais extraordinariamente rico em minerais, metais e metalóides e oligo-elementos raros. Este facto faz delas o maior nutriente e reequilibrante dos sistemas metabólicos – base da saúde em geral.

  A maioria das algas contém bastante iodo, mais do que a própria água do mar. Numa média (a composição química varia segundo a espécie, o grau de maturidade, o local da recolha e as estações do ano), análises laboratoriais revelaram a presença de:

  Bromo, magnésio, potássio, sódio, cálcio, ferro, alumínio, manganésio, fósforo, enxofre, cloro, cobre, níquel, silício, flúor, selénio, estanho, rubídio, germânio, gálio, prata, bismuto, arsénio, antimónio, lítio, boro, zinco, ouro, bário, cobalto, berílio, estrôncio, cério, titânio, platina, vanádio, árgon e crípton.


  • Vitaminas A, B1, B2, B3, B6, B12, C, D, D2, E, F, K, PP. Algumas algas contêm Vitamina B12 em quantidade comparável à encontrada no fígado de vaca (tão rara, ou praticamente inexistente, no Reino vegetal, e tão importante, designadamente como anti-anémica). Outras, possuem quase tanta Vitamina E como a que se encontra no gérmen de trigo.



  • Prótidos (incluindo uma imensa riqueza em albumina, até 50%).


  • Glúcidos: manitol, algulose, laminarina e matérias gordas.


  • Clorofila (por vezes associada a diversos outros pigmentos portadores de energia igualmente absorvida da luz solar).


  • Hormonas vegetais (auxinas e giberelinas).


  • Enzimas.


  • Mucilagens.


  • Celulose.


  • Substâncias antibióticas.

 

  As algas em geral têm propriedades estimulantes e reguladoras do metabolismo, remineralizantes, reforçadoras das defesas naturais, estimulantes circulatórias, cardiotónicas, anti-anémicas, anti-reumatismais, anti-infecciosas, anti-raquíticas. Possuem, ainda, acções benéficas reconhecidas em geriatria (nomeadamente, na artereosclerose), na hipertensão, na impotência, na osteoporose, na obesidade, nas afecções dos rins e no sistema nervoso.

  As algas, secas, conservam-se quase indefinidamente quando bem armazenadas – fechadas e em lugar seco.

Fonte: http://biosofia.net/2007/02/01/algas-a-mesa-fonte-de-saude/

 

 

 
sinto-me:

publicado por esrpeixoto-ap12c às 22:13
link do post | comentar | favorito
Sábado, 26 de Janeiro de 2008

Receita da semana!

Mousse de framboesas


Ingredientes:


500ml de leite de soja
2 colheres de sopa de alga agar-agar
500g de framboesas frescas ou congeladas
1 colher de sopa de açúcar amarelo diluído numa colher de sopa de água morna

Preparação:


  Ferve o leite de soja numa caçarola. Junta-lhe agar-agar, reduz o lume e deixa cozinhar em lume brando mexendo de vez em quando. Coloca numa tigela as framboesas, a água açucarada e o leite soja e bate na batedeira. Deita a mistura em taças individuais e coloca algumas horas no frigorífico.





Fonte: http://www.centrovegetariano.org/receitas/

sinto-me:

publicado por esrpeixoto-ap12c às 13:37
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 25 de Janeiro de 2008

Curiosidade da semana!

Do fundo do mar directamente para nossa mesa


  Não é à toa que os japoneses mantêm algas marinhas nas suas refeições.

   Pois uma das principais causas para o aparecimento de tumores cancerosos é a alimentação.
   Estudos comprovaram a relação directa que existe entre a qualidade da alimentação e o aparecimento de cancro, principalmente o da mama. Os estudos comprovaram que as algas podem reduzir a 50 a 60% a quantidade de estrôncio radioactivo, substância
responsável pela reprodução de células cancerígenas.

     Os estudos foram mais longe. Comprovaram ainda, que a alga ajuda na prevenção da leucemia, hipertensão e auxilia as funções naturais do sistema digestivo.
    As algas marinhas são uma óptima fonte de iodo, mineral essencial ao correcto funcionamento da tiróide.

   Outros minerais que normalmente se encontram nas algas são o ferro, o cobre, o magnésio, o potássio, o cálcio e o zinco. Se o assunto é tratar e prevenir o envelhecimento cutâneo, as algas também podem ser usadas. Seu resultado é bastante satisfatório: A acção dos ingredientes activos presentes nas algas acarretam em aumento da síntese proteica e a aceleração da regeneração celular cutânea.

   A maior parte das algas contém betacaroteno (provitamina A) e algumas das vitaminas do complexo B. Para os vegetarianos e para os que consomem pouca ou nenhuma carne ou peixe, as algas marinhas podem ajudar a reabastecer ou a manter as reservas de ferro. A ingestão regular de algas pode ajudar a combater a anemia.





Fonte: http://www.sushiyoshi.com.br/algas.htm


sinto-me:

publicado por esrpeixoto-ap12c às 14:17
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 24 de Janeiro de 2008

Entrevista ao Arquitecto Rui Bianchi

  No dia 22 de janeiro de 2008, pelas 14.30h o nosso grupo encontrava se na Câmara Municipal da nossa cidade para realizar uma entrevista ao Arquitecto Rui Bianchi.

   Estas foram as perguntas e respostas desta entrevista:


  1- No que realmente se fundamenta o seu trabalho?


   O meu trabalho tem muitas áreas distintas, nomeadamente o meu trabalho no gabinete de apoio técnico na câmara (apoio ao presidente nos projectos politicos, apoio às instituições); dou aulas de projecto de arquitectura na Universidade Lusiada; faço trabalhos de investigação, e às vezes dou conferências; e também faço projectos de arquitectura para particulares.


  2- Que tipos de projectos já trabalhou antes?


   Falando apenas nos projectos que participei para a Câmara da nossa cidade, o meu primeiro trabalho foi a remodelação do gabinete do Presidente.(Risos)

   Também participei no projecto da Junqueira, da Praça 5 de Outubro, da rua 31 de Janeiro, da rua Latino Coelho, do largo da igreja Matriz de Amorim, da Junta de Freguesia da Estela, da Praça de Touros (projecto de cobretura), no projecto do futuro mercado, do futuro bar de Quião, etc...


  3- Quanto tempo demora a elaboração de um projecto?


   Em principio, se for academicamente demora 3 meses a desenhar até terminar. Mas quanto mais tempo se demora, melhor será o resultado. Já trabalhei em projectos que demoraram anos.


  4- O seu método de trabalho é basesado apenas nos objectivos dos clientes ou também utiliza ideias suas?


   Bom, tem que se ouvir todas as partes, elaborar um plano do que precisamos e só depois tomar as decisões fundamentadas. Tem que se ter tudo em conta.

   Tal como digo aos meus alunos, um projecto é como um cozinhado, temos de fazer primeiro a receita e só depois começamos a cozinhar.

   O mesmo aplica-se a ir ao médico ou até quando se escreve um livro.

   Quando vamos ao médico, por exemplo porque nos dói um joelho, para o médico os ajudar tem de fazer análises (radiografias) e só depois tira conclusões e nos dá uma receita. Na arquitectura é a mesma coisa, temos um terreno e não se sabe o que fazer, por isso analisa se tudo o que se passa á volta, as tradições, a cultura. As radiografias e a receita são o desenho e a farmácia é a empresa de construcção. O arquitecto faz o projecto mas o cliente é que decide se quer ou não, pois pode não gostar dos medicamentos da receita e nesse caso vai a outro médico. (Risos)

   Também podemos comparar um arquitecto a um escritor, pois os livros teem de ter um principio, meio e fim. O livro tem de ter fundamento, na história que conta. Um arquitecto também faz isso, conta a história de tudo o que se passa. Tem se que pensar bem, pois não é só a mão que desenha é a cabeça.


  5- Se fosse contratado pelo nosso grupo, o que começaria por fazer primeiro?


   Começava por ter esta conversa convosco.(Risos)


 

  6- Se tivesse o nosso projecto ao seu encargo, que ideias gostaria de pôr em prática (por exemplo: forma do edificio)?


   Talvez à beira-mar, com uma arquitectura naútica, emitindo tranquilidade, para ser um local de descanço.


  7- Reconhece a importância das algas com fins terapêuticos e gastronómicos?


   Reconheço as algas para fins terapêuticos porque estão na medicina e na indústria farmacéutica.


  8- Frequentaria um centro de Algoterapia?


   Por receita médica, sim. Pessoalmente não.


  9- Comeria um prato feito com algas?


   Já comi nos restaurantes chineses.


  10- Acha o nosso projecto interessante?


   Qual projecto? (Risos)

   Todos os projectos são interessantes. É preciso é ter uma estratégia.


  11- Aceitaria trabalhar num projecto/desafio como este?


   Todos os projectos são desafiantes. É importante é saber tudo o que esxiste para fazer melhor e diferente.



   A entrevista acabou com o Sr. Arquitecto Rui Bianchi mostrando-nos o seu gabinete e também algumas maquetes de projectos realizados ou ainda por realizar.

   Gostámos muito desta entrevista e aprendemos muito.

   Para mais informações ver balanço da entrevista.

            

sinto-me:

publicado por esrpeixoto-ap12c às 19:36
link do post | comentar | favorito
Sábado, 19 de Janeiro de 2008

Receita da Semana!! Hmm!

Esparguete com algas



Categoria:Prato Principal

Tempo de Preparo: 40min

Tipo de Preparo: Cozidos



Ingredientes:


1/4 kg de esparguete inteiro
4 cenouras
1 cabeça de alhos
1/2 couve repolho
1 chávena de algas hiziki demolhadas
4 folhas de louro
1 colher de sopa de orégãos
gengibre
azeitonas
azeite

Preparação:


  Põe água com louro ao lume. Quando ferver coloque o esparguete e as algas e cozinhe em lume forte até a massa estar quente (cerca de 10 minutos). Escorra bem, passa por um pouco de água fria para que não se pegue e deixe repousar.
  À parte, num tacho ponha um pouco de azeite, água, gengibre ralado e os dentes de alho esmagados. Adicione a cenoura, a couve em tiras e mais um pouco de água. Deixe cozinhar cerca de 10 minutos, mexendo de vez em quando. Tire do lume e junte os orégãos.
  Noutro tacho aqueca uma colher de sopa de azeite, 4 dentes de alho picados e refogue 2 minutos. Adicione o esparguete e, sempre mexendo, deixe cozinhar um pouco. Apague o lume e junte as verduras. Coloque as azeitonas e sirva.


Fonte: http://www.centrovegetariano.org/receitas/


sinto-me:
tags:

publicado por esrpeixoto-ap12c às 12:48
link do post | comentar | favorito

Curiosidade da Semana!

Algarve: Universidade quer comercializar produtos anti-caspa e acne feitos a partir de algas

  A Universidade do Algarve quer atrair investidores da Indústria Cosmética para comercializar produtos de combate à caspa e acne fabricados a partir de uma alga cujo cultivo em meio artificial foi pioneiro na região.

  A técnica, desenvolvida durante quatro anos por investigadores do Centro de Ciências do Mar do Algarve, consiste no cultivo de algas em tanques para extrair compostos que são anti-virais e anti-bacterianos.

  A técnica já é explorada em França no fabrico de champôs anti-caspa e em cosméticos para a acne, mas com algas retiradas do ambiente natural, tendo a equipa de investigadores da UALG sido pioneira no cultivo artificial.

  Uma vez que em Portugal a produção de produtos de cosmética é praticamente inexistente, a ideia é atrair investidores estrangeiros que estejam interessados em comprar as algas desenvolvidas em meio tanques de piscicultura.

  É que além da aplicação à cosmética, a alga vermelha serve também para filtrar efluentes, uma mais valia ambiental e económica por permitir uma redução da emissão de azoto e carbono para o meio ambiente.

  Outra das aplicações possíveis é a introdução dos seus compostos nas tintas, para combater as bactérias que se alojam no casco dos barcos.

  Quando atingirem a dimensão desejada, as algas passam depois por um processo de congelação e liofilização para depois serem extraídos os compostos activos contra determinados organismos.


Fonte:http://ww1.rtp.pt/noticias/


 

 



sinto-me:

publicado por esrpeixoto-ap12c às 12:09
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2008

O que têm de mais as Algas?

   Até há cerca de três décadas, o mundo ocidental desconhecia praticamente tudo sobre algas. Sabe-se que Portugal possui uma grande tradição e um património invejável de algas marinhas que podem ajudar, de forma significativa, a melhorar a saúde e bem-estar das populações.

   Apesar de causarem, a muitos, um sentimento de repulsa, as algas são capazes de tratar determinados problemas humanos. É delas que são extraídos os componentes para muitos dos produtos utilizados na saúde, farmácia, beleza e mesmo na alimentação.


As algas na Alimentação


   Actualmente a indústria alimentar recorre já a algumas das propriedades das algas. Certamente muitos de nós já consumimos um ingrediente num pudim, num gelado, numa compota, num enchido, na marmelada ou mesmo em sopas instantâneas.

Devido à grande proporção de fibra que possuem, as algas constituem um complemento ideal nas dietas de emagrecimento. Para além de satisfazerem o prazer de comer, proporcionam a sensação de estômago saciado.

  Já se começam a ver à venda embalagens com vários tipos de espécies de algas.

  Estas verduras do mar fazem parte do reino vegetal, assemelhando-se aos vegetais da terra e às quais acabamos por chamar alface-do-mar.

  Encontram-se nas praias, cascos das embarcações, escarpas de falésias, ao longo da costa, na superfície das águas do mar e em locais submersos.



Na Cosmética e na Saúde


   Na cosmética os cremes feitos à base de algas e seus extractos permitem uma re-hidratação da pele, retardam o seu envelhecimento, tonificam os tecidos e possuem grande capacidade de activação biológica. Para além de serem recomendáveis contra a celulite, os banhos de algas aliviam o stresse, o reumatismo e os problemas circulatórios.

   O consumo de algas ajuda a conseguir um bronzeado bonito, protegendo contra o envelhecimento prematuro da pele provocado pela radiação solar.

   Este verdadeiro tesouro do mar traz elevados benefícios para a saúde e bem estar geral, contribuindo para o bom funcionamento do sistema nervoso.


  Na saúde vários estudos vieram confirmar a acção antibiótica das algas, uma delas é a inibição da formação de tumores. Outro benefício é a redução do colesterol, a prevenção da arteriosclerose e do aumento da tensão arterial. Benefícios estes que foram sido descobertos ao longo do tempo.

   Os compostos destas “filhas do mar” são utilizados pelos laboratórios farmacêuticos para fabrico de medicamentos.



Na Microbiologia e Agricultura


   Na microbiologia utiliza-se o agar-agar para preparação de meios de cultivo para as bactérias, por apresentar múltiplas vantagens, comparado com a gelatina. O agar-agar é uma substância alternativa derivada das algas.

  

  Na agricultura as algas constituem um excelente adubo para campos de cultivo.



   Para além de todos estes benefícios para a saúde humana, as algas purificam a água, auxiliam no processo de oxigenação e transformam as substâncias minerais inorgânicas em compostos orgânicos. São um bom indicador do equilíbrio biológico, para além de excelentes fontes de vitamina. As algas, como todo o ser vivo, requerem cuidados, para que se mantenham saudáveis.




Fonte: http://www.cienciapt.net/

sinto-me:

publicado por esrpeixoto-ap12c às 21:22
link do post | comentar | favorito

«Não se perca na póvoa!!!


Ver mapa maior

«O nosso grupo»

«O nosso logótipo!

Glitter Photos
[Glitterfy.com - *Glitter Photos*]

«Quem Somos? Quais são os nossos objectivos?

Somos um grupo de alunos do 12ºC da Escola Secundária Rocha Peixoto. E fizemos este blog, não só pela disciplina de área de projecto mas também porque participámos no concurso Cidades Criativas.


*Elaborar um projecto que visa a criação de um centro de Algoterapia na nossa cidade.
*Divulgar informações acerca dos beneficios das algas na alimentação, na cosmética e na saúde, na microbiologia e agricultura.


Esperámos que gostem do nosso blog. :)

«Parte à Descoberta!!!!!!

 

«Índice do blog

« O nosso último vídeo!

« Apanha do Sargaço

« Receita da Semana!!!

« Actualização do Blog

« Uma notícia imperdivel!

« O nosso grupo na Rádio Ma...

« Curiosidade da semana!!!

« Receita da semana!! Para ...

« Relatório do 2ºPeríodo!

« Auto-avaliação do blogue!...

« Novidades!!

« Curiosidade da Semana!

« Receita da Semana!! Vais ...

« Receita da Semana!!

« Dica da Semana!!

« Entrevista

« Curiosidade!

« Receita da Semana!

« Reunião com a Engenheira ...

« Receita da semana!!

« Curiosidade da Semana!

« Algas à Mesa, Fonte de Sa...

« Receita da semana!

« Curiosidade da semana!

« Entrevista ao Arquitecto ...

« Receita da Semana!! Hmm...

« Curiosidade da Semana!

« O que têm de mais as Alga...

« A importância das Algas.

« Algoterapia-O que é?

« Resultados da sondagem- "...

« Algoterapia- A energia po...

« Receita da Semana

« Curiosidade da semana

« Novas implementações no n...

« Notas do nosso grupo:

« Entrevista ao Vereador do...

« Auto-avaliação

« Relatório do 1ºPeríodo

« Resultados de um Inquérit...

« Adoramos Viver Aqui!!!!

« A cidade que nunca dorme!...

« Selecção do projecto!!!

« Simbologia do padrão

« Com a Energie, também o S...

« Uma Cidade de Energias Re...

« Futura ETAR da Póvoa de V...

« » Só tendo a morte quase ...

« A Glória maior de Portuga...

« Vindo do Coração Poveiro

«arquivos

« Maio 2008

« Abril 2008

« Março 2008

« Fevereiro 2008

« Janeiro 2008

« Dezembro 2007

« Novembro 2007

« Outubro 2007

«Visitas...

«O Tempo voa!!!!!!

«tags

« todas as tags

«Online

hit counter

«Localiza-te


Get your own Poll!
SAPO Blogs

«subscrever feeds